#Stopthebeautymadness

 
 
   “PAREM COM ESSA LOUCURA DA BELEZA”. Em uma tradução bem aportuguesada, é esse o propósito da campanha iniciada por Robin Rice, diretora da campanha e presidente da empresa, ” Be who you are productions, Inc” (” Seja quem você é produções), que as mulheres parem essa busca obsessiva pela beleza perfeita e se aceitem belas como já são.  Há tempos revistas de beleza feminina, moda e bem-estar vem utilizando das inseguranças femininas para criar pautas cada vez mais extremistas e revolucionárias. O problema é que o único objetivo dessas revistas é vender e, não, te ajudar como elas prometem. Não estou aqui colocando essas reportagens em cheque como uma pessoa imune a elas. Muito pelo contrário. Já comprei inúmeras edições que prometiam mundos e fundos. Guess what? A única coisa que eu senti foi uma frustração imensa por não alcançar o objetivo e me senti pior do que antes. Sim, existe muita matéria legal nessas revistas. Mas também existe muita cobrança. No nosso dia-a-dia já temos que lidar com tantas tarefas que não basta simplesmente realizar toda a lista. Ainda temos que estar de unhas feitas, cabelo limpo, hidratado e liso, perfumada e radiante. Ai de nós se decidirmos um dia levantarmos e sairmos de casa de cara lavada, calça jeans, blusa branca e ponto. Além dos outros virem te perguntar o que que aconteceu, como se fosse um crime sair de casa de forma básica e confortável, há uma cobrança pior ainda. A interna. ” Meu Deus, preciso ir pra casa logo. Olha o meu estado. Está todo mundo me olhando. Preciso de um banho, de uma base, de um perfume, pentear o cabelo…”. Olha, pentear o cabelo é bom, mas nada deve ser uma regra, um dever, e, sim, prazer. 
     Foi a partir dessa exposição excessiva de mulheres sempre arrumadas, maquiadas e de cabelos impecáveis que a campanha acabou virando um desafio nas redes sociais. A partir do #Stopthebeautymadness, várias celebridades começaram a desafiar outras celebridades a postarem fotos no Instagram e no Facebook de cara lavada e sem filtro nenhum. A ideia pareceu boba para muitos. Mas confesso que curti. Sim, existe um prazer em descobrir que a fulana da capa de revista também tem olheira, também tem olhos inchados ao acordar, que tem remela e cara pálida. Estranho né? Precisarmos ver outra mulher na condição crua do seu visual para nos sentirmos no direito de também ficarmos sem maquiagem. Mas enfim, foi bacana, foi divertido ver a mulherada se expondo na medina haha. Eu também acabei sendo desafiada e tirei uma foto minha não só de cara lavada como de pijama em um final de dia bem cansativo. Sabe de uma coisa? Gosto de cara lavada. Me sinto mais à vontade, mesmo que eu pareça mais cansada no final do dia. Afinal, cara cansada se resolve com uma boa noite de sono!
 
A foto teve direito até a marquinha da pereba do Chile haha
   E ainda dentro dessa discussão de revistas e ditaduras, uma mulher para lá de nada-frágil se propôs a um desafio incrível. De uma conversa de bar com as amigas, Vanessa Mathias, resolveu comprar algumas revistas femininas do mês de setembro, como Claudia, Elle e Nova, e por em prática todas as dicas, sugestões, listas e metas das reportagens das revistas. O projeto você pode acompanhar através da fanpage Projeto Revista Claudia. Lá, a Vanessa coloca fotos e depoimentos sobre as experiências que ela está tendo com o desafio. Além de ser um soco na cara das revistas, é também uma excelente oportunidade para nós, mulheres, refletirmos sobre a importância que damos para os nossos defeitinhos. A Vanessa já passou fome e desmaiou em uma atividade física, seguindo o passo-a-passo das revistas!
  Então mulherada, abram os olhos para si mesmas e, de vez em quando, tapem a boca da sua consciência, porque ignorar os outros é fácil perto da nossa voz interna! Mulheres, uni-vos!
 
 
 
Até o próximo post.
Espero que tenham gostado do novo visual!
Eu, particularmente, estou apaixonada!
 
beijos e até mais,
 
 
Maria
 
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s