Yves Saint Laurent

“A roupa mais bonita para vestir uma mulher são os braços do homem que ela ama. Para as que não tiveram essa felicidade, eu estou aqui.”




 Yves Saint Laurent nasceu na Argélia, na cidade de Orã em 1936. Aos 17 já em Paris, se tornou assistente de Christian Dior. Aos 21 herdou o controle criativo comprometendo-se a salvar a marca Dior da ruína financeira.Em 1962 fundou sua própria marca em parceria com Pierre Bergé.






Marca na moda

 

 

  Yves pode ser visto como a versão masculina de Coco Chanel. Revolucionou e chocou o mundo da moda ao renovar a visão da moda feminina. Criador do terninho feminino, hoje tão comum, naquela época foi um verdadeiro escândalo. Ele popularizou o prêt-à-portêr. Foi , também, o pioneiro em usar modelos negras em seus desfiles. Fez coleções inspiradas na arte, como o famoso vestido geométrico com uma paleta de cores bem definidas e contrastantes, baseado em Mondrian. Ainda inspirado pela a arte, em 1988 homenageou Van Gogh com um bolero bordado de alta costura nomeado “O girassol”, com 450 mil lantejoulas. YSL abusou de tranparências em vestidos e blusas.






 

 

 

 

Despedida
 
 
  Em 1998 produziu um desfile de comemoração aos 40 anos no Stade de France, onde mais tarde ocorreria o jogo entre França e Brasil na Copa do mundo. O desfile durou 15 minutos e contou com 600 profissionais nos bastidores. Logo após à sua aposentadoria, Yves vendeu sua marca à grande Gucci, que colocou Tom Ford à frente da marca YSL. Yves faleceu no dia primeiro de Junho de 2008.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s